Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Tendência verão 2015: BIRKENSTOCK

Toda estação que se preze trás consigo uma tendência polêmica, seja ela relacionada a maquiagem, a roupa ou até mesmo a algum acessório. E o verão 2015 já está começando a causar discordaria no mundo fashion, trazendo as sandálias do estilo birkenstock, ou simplesmente birken, de volta para os pés da grande massa. A grande diferença agora está na aceitação por parte da elite da moda sobre essa sandália.

Ela ( a industria da moda )que antes abominava tal modelo de calçado, alegando que esse era pesado e nada delicado, deixando a composição despojada demais até para o fashionista mais respeitado das semanas de moda, agora o aceita como elemento do streetstyle. 

Eu sempre fico abismado com o controle que a industria da moda exerce em todos nós. A alguns anos atrás, quem usava essa sandália era apedrejado mentalmente por todos que possuíam o mínimo de noções fashions. Atualmente, o jogo se inverteu. Quem não usa, ou acha feio, é que sofre tal discriminação. 

Confesso que eu ja tive uma dessas, e que não está sendo fácil assumir isso. Digo isso porque é notável que aqueles modelos não eram mesmo os mais bonitos, mas o que importava para mim e todos os demais usuários, era o conforto. Não usaria aquela sandália novamente, mas compraria sim uma dessas suas versões 2.0. 

ps: parece que o verão do próximo ano resolveu trazer apenas tendências polêmicas. Confira aqui mais uma dessa lista.




















domingo, 21 de setembro de 2014

OOTD + Costura: Fim do Inverno Part 2 ( Amor Fati)

Este post é a continuação deste.  
O inverno chegou ao seu fim e ainda não superei esse fato. O clima aqui no litoral sofreu mudanças, mas nada de muito expressivo. Fiquei decepcionado. Estou ainda mais triste, pois a estação acabou e eu não consegui usar as blusas que eu fiz inspiradas na vibe desse tempo frio e chuvoso. Enfim. 
Confiram aqui a segunda peça xadrez que eu fiz. 
E no final do post está o porque do "Amor Fati".    
















Sim,fiz minha primeira tatuagem. A dois anos e meio atrás eu descobri esse termo e me apaixonei. Pelo significado e até mesmo pela pronúncia ( que é a mais simples de todas: pronuncia da mesma forma que se escreve). Mas não foi apenas a paixão que me fez tatua-lo em meu corpo. Resolvi fazer isso pois Amor Fati resume 80% da minha filosofia ( não digo 100% pois acho muito radical). Tal pensamento filosófico possui três vertentes, das quais me identifico com duas: a de Nietzsche e, principalmente, a do Estóica. A terceira explicação é dada pelo Cristianismo, e eu a ignoro.
Quero deixar claro que não acredito em destino. Me encontro nas explicações em si,e não meramente na tradução do Amor Fati para o português.

ps: na foto a tatuagem está um pouco apagada, mas isso é culpa da iluminação.

sábado, 20 de setembro de 2014

Para amar: Vanguart +Banda do Mar + Lana Del Rey

Separei os três álbuns, nos quais estou viciado. Decidir fazer um post para eles, porque a inspiração que eles me proporciona ultrapassa "barreiras" musicais, e alcançam territórios visuais e sentimentais.

Esse foi o último álbum a entrar para esta lista. Não por motivos de qualidades. Gosto bastante da Mallu Magalhães, e confesso que esse foi o principal motivo que me fez ouvi-lo. Claro, a popularidade do Marcelo Camelo também estimulou a minha curiosidade.  Não conhecia o Fred Ferreira, e gostei dele.  
Em relação às musicas, digo que curti bastante. Elas fazem parte de um gênero musical no qual estou me apaixonando. Uma mistura de Indie Rock + MPB +Bossa Nova e Samba ( bem, é assim que ta no wikipédia). Achei as canções divertidas. Daquele tipo que você faz questão de decorar todas para cantar com um amigo em um show.
Recomendo as canções: "Pode Ser", "Seja Como For" e "Dia Clarear" ( além do single "Mais Ninguém".



PAUSA. Essa vai para os que estão começando um relacionamento, ou para aqueles que adoram se imaginar em um romance utópico.
Conheço Vanguart ja faz alguns,lembro que torcia pra eles no VMB. Mas nunca acompanhei eles de fato. Prova disso é que só descobri o "Muito Mais Que O Amor" um ano após o seu lançamento. 
Admito que também estou me apaixonando por ele. Recomendo as canções : "Estive", "Eu Sei Onde Você Está" e "Pra Onde Eu Devo Ir?" ( <3333).
Ouça aqui

PAUSA. Trago aqui o meu mais novo amigo. Sério, eu me casaria com esse disco se fosse possível. 
Nunca fui fan de Lana Del Rey, e ainda não sou. O lance é que acompanhei o inicio de sua carreira, quando a Lana era conhecida apenas pelos seus clipes, e sou encantado com a vibe do seu trabalho.E o seu ultimo está magnifico. 
Estou tão viciado nessas musicas que eu realmente não sei se estou exagerando nos elogios. Elas casam-se perfeitamente com meu atual desanimo e cansaço. Recomendo 100% esse disco. Ok, vou dizer minhas prediletas: "Brooklyn Baby", "Money Power Glory" e "Cruel Word".
Ouça aqui.



Esse gif me deixa muito tonto,  e ao mesmo tempo chama muito minha atenção. Não consigo para de admira-lo. Quero que todo mundo sinta essa sensação

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Para se inspirar: Instagram

Resolvi atualizar a tag #instagram. Separei alguns perfis que eu mais gosto de seguir. Todos são diferentes entre si. Cada um possui um estilo diferente. Mas analisando-os por um todo, conclui-se que eles são muitíssimos inspiradores.

Decidir por escolher pessoas com diferentes estilos para mostrar que a inspiração pode vim de lugares, nesse caso corpos, que você sempre procurou manter distância. 

Por fim, quero informar que devo postar essa tag com mais frequência.   

ps: prometo trazer perfis masculinos no próximo post










estou apaixonado por esse gif 

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

OOTD + Brechó/Bazar: Brooklyn Baby

Achei essa jardineira em um brechó que fica aqui no meu bairro. Seu eu disser que em todas as minhas idas a ele eu encontrei coisas legais estarei mentindo. Quem frequenta brechó ou bazar sabe que as expectativas precisam ser deixadas em casa antes de ir fazer compras nesses lugares. Mas mesmo não saindo de lá, na maioria das vezes, com algo que eu realmente tivesse gostado, aquele brechó ainda continua sendo o meu predileto. 
Quando encontrei essa jardineira eu nem dei bola pra ela. Ela era muito grande e eu a achei feia(?). Então fui embora. Mas quando cheguei em casa fiquei pensando nela, e no outro dia voltei la e comprei. Coloquei na costureira, e depois de dois meses fui busca-la,com muita vergonha pelo atraso. Para minha surpresa a mulher ainda não tinha ajustado ela. Fiquei chocado e resolvi leva-la para casa, já que eu comprei uma maquina de costura nesse meio tempo. Fiz o que foi necessário. Confiram o resultado. 

UM POUCO MAIS SOBRE BRECHÓ/BAZAR:
Começaremos distinguindo um do outro.
Bazar é uma coisa momentânea, então a quantidade de roupas em estado precário podem ser maior que a de um brechó. 
Ja o Brechó é constante. Uma espécie de loja, porém com algumas roupas usadas. Por ele ser físico,constante, ter um horário de atendimento e etc, as roupas ali podem eventualmente passarem por reformas. Dependendo do brechó, pode ocorrer até uma seleção antes que, por exemplo, uma camisa vá parar na arara de roupas.

Mas o grande lance é você procurar bem.  É preciso incorporar um rato e vasculhar todos os cantos do estabelecimento. 

Acredito que todos saibam dos cuidados necessários a serem tomados quando se compra uma roupa nesses lugares. Mas se não souberem, resumo todos em uma só palavra: HIGIENE. Pelo fato de você não saber a origem de nada ali. Então, nada de ir no brechó de manhã e sair a tarde com a roupa. Sempre a lave antes de usar. Eu por exemplo, seguindo conselhos da minha avó, deixo a roupa de molho em aguá e amaciante para roupas, sabão em pó ou vanish por algumas horas, e depois lavo. 
A limpeza em acessórios também é de suma importância. Eu a faço com o auxílio de um pano molhado de álcool (dependendo do material do acessório)e logo em seguida substituo o álcool pela água.
 
coloquei apenas uma musica do Ultraviolence, MAS por favor, ouçam esse album por inteiro. Ele ta ótimo. Tanto que foi muito difícil escolher uma musica entre todas as outras.